Com o crescimento do número de turistas e da quantidade de ofertas de meios de hospedagem, a geração de empregos formais, dentre outros, colocaram Pirenópolis no topo do Mapa do Turismo Brasileiro.

A cidade conquistou o topo do ranking do turismo doméstico. Isso foi divulgado pelo Ministério do Turismo, nesta quarta-feira (31/01), que identifica o desempenho da economia do setor nos municípios que constam no Mapa do Turismo Brasileiro.
Com ruas e ladeiras, becos e vielas de pedra, casarios coloniais, a cidade bucólica oferece aos visitantes, opções de lazer diversificadas: natureza, cultural, histórica e gastronômica.

Com toda essa riqueza, a cidade foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O ministro do Turismo, Marx Beltrão avaliou que Pirenópolis está trabalhando ano a ano para o crescimento do setor e para a melhoria na classificação.

A categorização é feita a partir de quatro variáveis de desempenho econômico – número de empregos, de estabelecimentos formais no setor de hospedagem, estimativas de fluxo de turistas domésticos e internacionais – os municípios foram divididos por letras, que vão de ‘A’ a ‘E’. De acordo com a nova classificação, houve crescimento da atuação do turismo em 358 municípios.

“No que diz respeito ao Ministério do Turismo estamos atentos às demandas do setor como melhoria de infraestrutura, legalização e qualificação dos serviços”
As novas categorias que definem o ranking já estão disponíveis no site do Ministério do Turismo

Com toda essa riqueza, a cidade foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui