A cidade de Pirenópolis tem aproximadamente 100 ateliês que trabalham com a prata. Envolvendo cerca de 300 artesãos. A produção artesanal é feita nos mais variados estilos, montadas com pedras brasileiras como ametistas, topázios, turmalinas, esmeraldas, águas-marinhas e outras pedras originárias de outros países.

A cultura foi trazida no final da década de 70, quando Edson Paranhos (fundador da Central de Reservas), e inúmeros outros visitantes se deslocaram para Pirenópolis, em busca de tranquilidade e interação com a natureza.

Como Edson havia conhecido uma infinidade de lugares exóticos ao redor do mundo em busca de conhecimento e aventura, este transmitiu as técnicas do artesanato em prata. Assimiladas em vários países e diversas culturas, para os visitantes interessados na época e para os moradores locais de Pirenópolis. A população local absorveu o conhecimento, e a partir da criatividade individual hoje temos excelentes joalheiros e produtos que se destacam em âmbito nacional e internacional.

Edson Paranhos hoje divulga seu trabalho na oficina Galleria Shop, tendo a participação fundamental de sua esposa Lucilene Siqueira. A Galleria se destaca como uma das mais completas lojas de artesanatos em prata, do qual segue princípios ecológicos aproveitando objetos reciclados, como placas de raixo-x, componentes de aparelhos eletrônicos e outros utensílios em prata que são apurados e reaproveitados por vários ateliês.

Lucilene Moreira de Siqueira (esposa de Edson Paranhos) trabalha a mais de 18 anos com joalheria artesanal. Com trânsito de nível internacional, a designer, que já fez cursos de joalheria, lapidação e gemologia (estudo das pedras), diz que o processo de design das peças é feito com muita criatividade e pesquisa.

As pedras utilizadas nas joias produzidas artesanalmente são, em sua maioria de garimpos de Goiás, Tocantins e Minas Gerais. Hoje a utilização da pedra agrega valor ao trabalho, já que a prata possui um valor menor referente a outros metais nobres.

Curiosidades:
Pirenópolis já teve suas joias em prata divulgadas na maior Feira de Pedras Preciosas e Jóias do Mundo, na cidade de Tucson, no Arizona (EUA). Além de terem sido comercializadas em Nova York (EUA) e em Bangkok (Tailândia). As joias foram elogiadas e muito bem aceitas comercialmente, mostrando que Pirenópolis chegou no patamar internacional.

Confira mais informações sobre a charmosa Pirenópolis, clicando aqui.a

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui